Acabamento fosco ou brilhante?

O acabamento faz toda a diferença no resultado do material impresso, conferindo um diferencial marcante. O brilho da envernização, a modernidade do metalizado, o charme em relevo e a presença do fosco são algumas opções que costumam ser aplicadas. 

 

Com tantas alternativas, é normal ficar em dúvida de qual escolher. Em uma gráfica, existem diversas alternativas para valorizar o acabamento de uma peça. Em um primeiro momento, os mais importantes a se levar em conta são os brilhantes e foscos. Explicamos abaixo as principais diferenças entre eles!

 

O acabamento brilhante é conhecido como uma opção incrível quando o seu objetivo é evidenciar as cores, destacando-as e tornando-as mais vivas e saturadas. Também reflete bastante a luz, proporcionando um acabamento mais chamativo. Esse é provavelmente o acabamento gráfico mais requisitado, com aplicabilidade abrangente.  O verniz total brilho é o material que mais valoriza o brilho e lisura, sendo ousado, mas também discreto.

 

O verniz fica muito bem em toda a arte, inclusive em papel couché ou cartão. Em alguns casos, é utilizado o UV, devido ao seu modo de secagem que ocorre por meio da exposição aos raios ultravioleta. Capas de catálogo, flyers, cartões de visita e folders ficam com um acabamento excelente com essa opção. 

 

O acabamento fosco, por sua vez, consiste na aplicação de uma película plástica e fosca, que se adere ao papel depois de finalizada a impressão. O resultado final dá um toque fino, atraente e marcante nas impressões gráficas. Os efeitos são semelhantes ao da plastificação, causando um enorme impacto visual.O resultado é impecável, discreto e elegante, conferindo valor ao impresso. A durabilidade também é maior quando comparada a outros tipos de materiais, evitando a degradação. 

 

Gostou das dicas? Comente qual seu acabamento preferido na hora de finalizar a impressão gráfica!